Bem vindos ao meu espaço,

Tenho vindo a ceder os meus pensamentos, sonhos, pecados entre outros sentimentos por alguns Blogs, outros vão ficando perdidos num qualquer guardanapo de papel de um qualquer café ou nas folhas de rascunho que uso no trabalho.
Hoje e ao fim de alguma insistência por parte de alguns amigos, nasce este meu espaço. Não pensei em algo sublime, mágico ou comovente. Apenas quis, mais uma vez, sentir meus dedos a deslizar pelo teclado, desligar do mundo comum e imergir no da escrita, unir palavras, pensamentos, ideias, pecados, medos e amores, muitas vezes confusos, que se vão libertando da minha mente provocando uma dor que só quem escreve entende.

Desculpem-me o meu anonimato, pelo menos para a maioria, mas se assim não o fosse provavelmente não conseguiria ser 100% puro, arriscava a não expressar todos os meus pensamentos.

O Santo&Pecador espelha a minha vivência, os meus feitos e os meus pecados.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

This is the end



Como tudo o que tem um princípio tem um fim.
Um passado que não foi e um futuro que não chegou a ser, foram as principais causas do nascimento, crescimento e existência deste blogue. E como tudo o que tem um princípio tem um fim, hoje dou por terminado este meu espaço.

Tal como a minha vida, preciso de renascer, de voltar a viver e desligar de tudo que me prende a algo, que não sei se existe, que não sei se quero e não sei se mereço.

Obrigado a todos que me acompanharam nestes momentos bons e menos bons, a todos vocês um grande abraço e/ou beijo.

sábado, 14 de maio de 2011



Não compreendo, nem nunca irei entender como é que se abdica, se desiste de algo, que ambos (pensei eu, talvez enganado) começámos a projectar.
Senti em ti uma força para eu renascer e voltar a viver.
Entrámos num projecto os dois, onde eu senti ser cedo demais.
Disse-te que tinhas chegado cedo demais à minha vida, tinha receio, mas tu disseste que não, deste-me a mão e começamos esta viagem a dois.
Iniciei a viagem, hesitante, receoso de não ser o tempo certo, mas tu deste, o primeiro beijo, o primeiro abraço, o primeiro toque, a primeira noite. Encorajaste-me, fizeste-me acreditar que os dois juntos e de mãos dadas, percorreríamos o nosso caminho, confiantes da força do amor que crescia dentro de nós. Sabíamos que ia ser uma viagem tempestuosa, que ia ter os seus percalços, mas éramos dois, estávamos apaixonados (eu estava... estou!) e juntos e com tempo, chegaríamos onde nos propusemos. Passo, após passo, senti-me mais confiante, mais seguro do “nós”, mais apaixonado, mais tudo... Mas quando eu me liberto dos meus medos e receios, quando eu acredito no “nós”, quando eu salto para o desconhecido, simplesmente na confiança de te ter comigo, ao meu lado, de mãos dadas… tu desistes!
Tu desistes… na primeira chuva de um dia de sol, tu desistes! Porquê? Pergunto eu!
Pensei! Deixou de gostar de mim!?
Impossível!
Impossível ser falso o sentimento que eu senti em ti. Não pode ser falso!
Depois pensei, não desistiu!
Vai esperar que eu “arrume” a minha vida. Tem razão, primeiro tenho de “arrumar” a minha vida e depois vamos continuar esta viagem, este projecto que sabemos… que eu sei que era para a felicidade.
Novamente pensei, eu sou capaz de esperar porque estou apaixonado, porque acredito no projecto que principiamos, porque acredito que precisamos de seguir esta viagem com a mesma disponibilidade e libertos de qualquer passado.
Se eu consigo, tu também consegues, tu também esperas. Acreditei eu.
Enganei-me! Tu não vais esperar, já desististe, já construíste novos sonhos. Como é possível!?
Alguma vez tiveste apaixonada!?
Foi tudo falso!? Não acredito!

Não! Não te guardo rancor, nem mágoa… gosto muito, muito de ti para conseguir ter qualquer sentimento desses.

Estou desiludido!



Beijo!





You could be my unintended choice
To live my life extended
You should be the one i'll always love

I'll be there as soon as i can
But i'm busy mending broken
Pieces of the life i had before

Before you “



Nota: Desta vez, já não se muda o “could” pelo “Can”. Infelizmente!



Muse - Unintended


PS: Peço desculpa a todos os que me seguem e que aqui comentam, mas este Post não é para comentar, razão pela qual não permiti comentários.Obrigado!

Lembras-te...



... eu nunca mais me esquecerei.




Foste a melhor coisa que me aconteceu, mas vou ter de te deixar partir de dentro de mim.



Ray LaMontagne - You Are The Best Thing

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Eu sou a minha humilde história


eu sou a minha humilde história
escrita com o que me chega e está para vir
no lugar que careço e me desejam
onde quero estar e em mim te sentir
onde o beijo me diz que me ama
e o abraço me grita para não partir
no lugar onde volto todos os amanhãs
para contigo ludibriar a saudade
chorar felicidade na vontade de estar
sentir-te nessa mesma vontade
chorar saudade na certeza de voltar
sentir-te na partilha deste desejar
do beijo abraçado do reencontro
eu sou a minha simples história
na companhia de quem me quer
de quem me gosta como o que sou
o meu muito pode até ser pouco
agregado ao teu muito que é imenso
posso viver a feliz ilusão de um louco
mas não sou igual às histórias do passado
e no meu pouco que tenho para dar
não existe maior amor para te entregar

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Podia ser dito assim...





Invertendo os papéis, eu poderia dizer-te o que ela diz (poucas seriam as palavras que se mudariam), já tu... não sei!

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Selo Sunshine Award



Recebi este mimo da CoisasDaGaja do Blog MinisTremoços&SaltosAltos.
Apesar de ser uma amizade recente, ela fez questão de me dar este mimo a quem eu desde já retribuo. Obrigada amiga!

As regras deste selo são:
Agradecer à pessoa que o ofereceu.
Escrever um Post sobre isso.
Oferecer a 12 Blogs que foram galardoados com mais um mimo.
Mais uma vez, não vou cumprir esta regra e vou oferecer a todos os meus seguidores.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Palavras



Sinto que as minhas palavras assustam-te tanto, quanto o prazer que me dá escreve-las.

Just a Boy


"...
I don't know why
I don't know why
You took me in gave me something to believe in
That big old smile is all you wore
Girl you make me want to feel
Things I never felt before
Girl you make me want to feel
Did I say I'm just a boy
Did I say I'm just a boy
You can hold me to that "

terça-feira, 3 de maio de 2011

Lembrar




tem dias em que me dói lembrar
a beleza do teu tímido sorrir
o espreitar do teu acanhado olhar
o verde dos teus olhos a luzir
o teu subir de escadas a saltar
o perfume do teu sedutor odor
o doce som que soltas a falar
os momentos em que fizemos amor
o sentir da certeza de me estares a amar
o gosto da tua pele nos meus lábios
a segura e descontraída forma de conduzir
o redesenhar do teu corpo nos meus dedos
a forma apaixonada desse teu lindo sentir
a melodia que emana dos teus dedos ao piano
o aconchego do teu deleitoso abraçar
o delicioso beiço no vacilar das palavras ditas
o descobrir do teu encantador mundo e sonhar
o toque da entrega da tua mão na minha
a forma como me fizeste por ti apaixonar


mas o que me dói mais
é a duvida que permanece em mim



segunda-feira, 2 de maio de 2011

Faltas-me tu!





faltas-me tu
sem dúvida
faltas-me tu
querida
alumiaste-me
o dia apagado
acordaste-me
o sonho adormecido
tocaste-me
na alma escondida
mas…
a luz apagou-se
o sonho entorpeceu
a alma abrigou-se
a infinidade ficou vazia
e tudo o que trouxeste,
e que em mim crescia
contigo novamente levaste
e nas manhãs onde antes ouvia
um doce e feliz bom dia,
agora oiço um mudo e triste
boa noite



faltas-me tu
sem dúvida
faltas-me tu
querida

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Selos em atraso.







Recebi este selo da minha querida amiga Luz, que desde já o retribuo e lhe deixo o meu muito obrigado, por todos estes mimos que ela incansavelmente me dá.

Como já é frequente na maioria dos selos tem algumas regras:
1- Nomear 10 blogues

Mais uma vez, não vou seguir esta regra e vou atribuir a todos os meus seguidores, pois todos são dignos de tal mimo.


2 - Avisar cada um deles;
Tendo em conta que por aqui passam, irão ver e se entenderem e quiserem levam o selo consigo.

3 - Dizer 10 coisas que gosto de fazer e partilhar;

- Estar e brincar com os meus filhos;

- Sentir a verdadeira amizade do meu irmão;

- A partilha de um bom jantar entre amigos e no fim prolongar esse momento em diálogos merecedores de puros amigos.

- Ler e muito mais que ler, escrever;


- Música, penso que não conseguia viver sem música na minha vida;

- Snowboard nos Alpes, impossível vos descrever a sensação ( não encontro paz como a que sinto ali);

- Conversar sem fim, conhecer e descobrir pensamentos;

- Sol, para mim seja com chuva, frio ou calor, devia sempre de o sol brilhar.

- Namorar! Gosto de estar apaixonado, amar alguém e sentir-me amado por esse alguém.

- Partilhar a cumplicidade de um silêncio a dois, sem ambos sentirmos a necessidade de falar (diz-se tanto neste silêncio e só se consegue com pessoas especiais)



Recebi este selo da minha querida amiga Paula, a quem agradeço e retribuo, uma pessoa que no pouco que vou conhecendo, se tem revelado uma pessoa fantástica.




As regras:


1) Coloque em negrito o que são verdades sobre mim:

1) Eu não acredito em signos (apesar de acreditar que a astrologia tem algo de verdadeiro)
2) Meus pais são separados
3) Eu amo futebol
4) Eu tenho mais de 12 anos
5) Amo cantar (mas só sozinho, porque não sei cantar)
6) Sou tímido(a)
7) Sou fã de Rock
8) Odeio falar ao telefone
9) Amo ler (não diria amar, mas sim gostar)
10) Adoro escrever (aqui já era capaz de utilizar a palavra amo)
11) Tenho ciúmes dos meus amigos
12) Acredito em Deus (Acredito que exista algo mais...Energia)
13) Odeio matemática
14) Amo filmes românticos (amo não, mas gosto)
15) Não posso ver sangue
16) Sou bipolar
17) Adoro tomar banho de chuva
18) Adoro descascar esmalte da unha
19) Não sei que profissão seguir
20) Amo crianças
21) Odeio falar em público
22) Sempre choro assistindo Marley e eu
23) Sou viciado em Blog e Twitter
24) Tenho relações mentais com famosos
25) Amo meninos loiros
26) Tenho um ídolo da música
27) Eu não me acho bonito (a)
28) Adoro dançar (infelizmente também não sei dançar muito bem, mas adoro)
29) Eu não sou normal
30) Música é minha paixão

2) Indique 5 pessoas para oferecer o selo:
Mais uma vez vou deixar para quem quiser levar.

Tu falaste...


Tu falaste,
e eu,
olhei no que dizias,
escutei os teus olhos,
dancei nas tuas expressões,
flutuei no teu sorriso,
sorri na tua leveza,
vivi no teu ser
e amei na tua entrega.
Tu calaste-te...
...e eu percebi porque me apaixonei.

domingo, 24 de abril de 2011

Tu





Uma palavra tua, um gesto teu, tem o dom de fazer dos meus dias tempestuosos, dias com cores e desejos de um dia primaveril.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Saudades



Tenho saudades tuas...

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Luz da manhã



Hoje corri para a luz da manhã
No raio de sol que voltou a brilhar
Não me importa o que quer dizer
Ou se outros dias me fazem lembrar
Mentalizo-me que nada mais vai nascer
No medo de não te conseguir despertar
Seguro a tempestade no meu coração
Para este sentir em mim não acordar

Dias que detesto!





São em dias como o de hoje, em determinadas momentos da minha vida, e em que a toda a hora me lembram a comemoração do dia internacional do beijo, os detesto.
Conseguem-me projectar numa amálgama de sentimentos, em que o suspirar do recordar daquele memorável beijo, agregado aquele incomparável momento, naquele inesquecível fim-de-semana com a dor da falta de estar e sentir, acasalado na miragem de não ter o que não cheguei a ter, mas senti, com a débil esperança de voltar a ter o que senti e não tive.



Tem dias que me detesto, por não saber gostar pouco!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Sol de verão



Existem dias de inverno em que o sol arde em mim de verão…


...e eu protejo-me na sombra.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Selo este Blog é uma fofura





Recebi este selo da minha querida amiga Luz, uma seguidora fiel desde os primeiros passos do meu blogue.
Obrigado a ti minha amiga, por mais este mimo e como não podia de o deixar de o fazer e porque és sem dúvida merecedora de tal, retribuo o respectivo mimo.
As regras deste selo:
- Deixar o selo linkado ao Blogue da Erika Santos – Fórmulas Padrões do Coração

Responder às seguintes questões:
1.Você acha fofo o Blogue que lhe deu o selo?
Sem dúvida, pois a transparência e o sentimento que são empregues nas palavras expostas são a prova disso.

2.Qual o Livro mais lindo que você já leu?
Complicada esta, pois já foram alguns… Vou tentar aqui colocar um de cada tipo de leitura diferente, e que de alguma forma sobressaíram a outros.


Um livro diferente, pois não é um romance, mas também não é nenhum livro de auto-ajuda. Mudou de alguma forma a minha forma de ser feliz, não por fazer o que nele diz mas por de uma certa forma me ter sido muito elucidativo, na forma do que não fazer para se ser feliz.




Uma viagem no mundo da Filosofia simplesmente extraordinária.


Se a história é genial, a forma de escrever é única.
Oscar Wilde inimitável.


Qualquer livro de Paul Auster é de uma qualidade excepcional, pois os seus romances consistem numa visão dos dias de hoje, dos problemas do dia-a-dia de uma sociedade de hoje e dentro de uma ficção real. Na minha humilde opinião o único senão que encontro neste extraordinário escritor são os finais dos seus livros, acabam quase sempre de uma forma nada surpreendente ou por vezes até mesmo sem parecer ter um final. Por outro lado também penso que tem um pouco a ver com a sua forma de escrever, pois numa realidade actual os finais não são surpreendentes, mas sim esperados, mesmo que não sejam os que esperaríamos.


Não sendo eu, um grande apreciador de Paulo Coelho, este livro fez-me ter vontade de ler mais dele. Mas dos poucos que li, este parece ter sido escrito por outra pessoa. Fantástica a forma incrível como Paulo Coelho consegue transmitir, neste romance, a mensagem do valor da vida, não só o de se estar vivo mas o de se viver, também.
Adorei!

 
 
Para quem é apreciador de Dan Brown (Código Da Vinci) não deixe de ler José Rodrigues dos Santos na minha modesta opinião, muito superior. Talvez o problema seja ser português, mas… leiam.

Depois de ler o “Rio das Flores” do Miguel Sousa Tavares que sinceramente não achei nada de especial, e das suspeitas de “O Equador” não ter sido escrito por ele, mas sim pela mãe, este quase romance veio-me surpreender pela positiva. Talvez pelo facto de se perceber que foi um livro escrito com o coração, o ter feito de maneira diferente. Só aquele inicio “E no fim tu morres…” deixa-nos logo com uma vontade enorme de devorar o livro.


3.Uma palavra que define você.
    Eu!
(essa definição tem de ser feita por quem me conhece pessoalmente.)

4.Uma música que fala o que você sente.
Neste momento, sem dúvida Muse – unintended agarrando na letra tanto podiam ser as minhas palavras como as que oiço.

5.Indicar o selo a 6 dos Blogues mais fofos que você segue?
Bem indicar só seis seria injusto, por isso este selo é oferecido a todos os meus seguidores.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Num passeio distante da minha cidade





as flores são agradáveis e doces
a brisa do rio sussurra primavera
o mar atento escuta-nos as vozes
num passeio distante da minha cidade
vivo histórias de mistério e fantasia
personagens que me gritam saudade
uma amante mística surge como magia
de frente para o seu jardim de inverno
vislumbro nos traços da sua história
as raízes que ainda não se soltaram
ela presa a um passado que persiste
não me deixa espaço para entrar
e eu sem oportunidade que se aviste
choro por não lhe conseguir chegar

Selos

Após não sei quanto tempo, e desde já as minhas desculpas pela demora imperdoável, venho publicar estes selos oferecidos pelas minhas queridas amigas, Sus, Paula, Sonhadora e PinkPoison.
Oferecido pela minha querida amiga Sus

Oferecido pela minha querida amiga Sus



Oferecido pela minha querida amiga Sonhadora

Oferecido pelas minhas queridas amigas Paula e PinkPoison

Quero agradecer a qualquer uma delas o facto de me acharem merecedor deste vosso mimo, pois como sabem também eu vos acho merecedoras destes selos ou de qualquer outros mimos, pois todas são merecedoras do meu apreço, carinho e admiração pelas pessoas que mostram ser. Pois está reflectido nas palavras que nos vão dando o prazer de ler.


Cada uma á sua maneira e dentro da sua própria identidade, gosto das quatro.

Beijinho para todas.

Desta vez vou descurar as regras e oferecer qualquer um destes selos a quem por aqui passe e os quiser levar.